A importância dos livros no desenvolvimento das crianças

Como os livros educativos podem contribuir para o desenvolvimento das crianças




Estimular a leitura nas crianças é um processo constante, que começa em casa. Um dos fatores que influenciam no interesse da criança pela leitura é a motivação. A criança que desde pequena é incentivada a ler ou que ouve histórias antes de dormir, terá muito mais chances de se tornar um adulto leitor. O fato de ler constantemente não só melhora a leitura e a escrita, mas sim o vocabulário como um todo.

Muito mais que ensinar, instruir ou informar, os livros pode dar prazer e é justamente esse conceito que deve ser transmitido aos pequenos. Tudo dependerá das oportunidades oferecidas à criança, só assim ela terá a chance de conhecer a magia que o livro pode proporcionar.

Porém, cabe lembrar que durante o seu desenvolvimento a criança passa por estágios psicológicos que devem ser respeitados. Na hora da escolha dos livros deve-se levar em conta não somente a idade, mas também seu nível de amadurecimento afetivo, intelectual e psíquico.

18 meses a 3 anos – Nesta fase, a criança sente necessidade de tocar tudo o que vê. É nesta fase também que ela começa a nomear tudo a sua volta. Desta forma, ofereça livros que chamem a atenção da criança, que ela possa tocar e interagir. Com a ajuda dos pais ela poderá nomear aquilo que vê e relacionar com objetos, animais e situações do cotidiano.

3 a 6 anos – A criança começa a se interessar pela comunicação verbal, portanto, apresente livros com contexto familiar, que apresente mais imagens do que texto. É através da nomeação das coisas que a criança estabelecerá uma relação entre o mundo real e o mundo dos livros.

6 a 7 anos – É nessa fase que a criança começa a decodificar os símbolos gráficos, para isso, procure livros que possuam uma linguagem simples. As personagens podem ser humanas, bichos ou objetos, o que importa é oferecer sempre conceitos de comportamento, como bom e mau, forte e fraco, etc. Em resumo, os livros nesta fase devem estimular a imaginação, Inteligência, afetividade, pensamento e etc.

8 a 9 anos – A criança já domina o processo de leitura e seu pensamento já está mais desenvolvido, o que permite que ela realize operações mentais. As crianças dessa idade preferem livros de humor, mistério e fantasia, porém, os livros devem ter frases simples, diretas e objetivas.

10 a 11 anos – Nesta fase, a criança já possui uma capacidade de concentração considerável, assim, ela é capaz de compreender o mundo expresso no livro. A pré-adolescência influencia para a escolha de livros com temas abstratos, heróis, valores éticos e moral. As imagens já não são indispensáveis, o texto em si é que o que fascina o pré-adolescente.

12 a 13 anos – Aqui, o adolescente pode ser considerado um leitor crítico. Se interessam por textos mais bem elaborados, com temas reflexivos que estimulem o pensamento.

Seja na primeira infância ou na adolescência, a leitura só tem a acrescentar, tanto para o desenvolvimento intelectual como para o amadurecimento emocional. Afinal, ler é sempre bom, em qualquer idade!

Tags: desenvolvimento, leitura, livros infanto-juvenis

Comentários

Postar um comentário

Gostou? Não deixe de comentar, seu comentário é muito importante pra mim!!!

Postagens mais visitadas